Make your own free website on Tripod.com

• Home • Acima • Arte de Acampar • Atividades para Acampamento • Barracas • Dicas para Acampamento • Privilégios Exclusivos de Quem Acampa • Regras de um Acampamento •

Barracas

 

A barraca é o equipamento principal do acampamento. Ao comprar a barraca deve-se pesquisar muito bem, pois a grande variedade de modelos, marcas e materiais pode confundir o comprador. Deve-se ter em mente na hora da compra o número de pessoas a que a barraca se destina, se vai ser levada de carro ou carregada nas costas, etc.

Há modelos importados de qualidade superior e mesma faixa de preço que os modelos nacionais, que perdem de longe quando o assunto é acabamento da barraca. Basta comparar.

 

Eis algumas características de alguns modelos mais comuns:

    1. Barraca do tipo Canadense

    • É um dos modelos mais tradicionais, de formato triangular quando vista de frente.

    • Fácil de montar, pode ser encontrada em tamanhos variados.

    • Como sua armação geralmente é de metal, é pesada para ser carregada a pé por trechos longos.

    • O material também influi na escolha, sendo as feitas de lona mais quentes e pesadas que as fabricadas em nylon.

 

    2. Barraca do tipo Bangalô

    • Também tradicional, parece uma casa. Tem quartos e uma varanda onde pode ser instalada a cozinha.

    • É muito pesada por possuir a armação de metal e ser fabricada em lona.

    • Abriga no mínimo 5 pessoas. Boa para famílias inteiras.

 

    3. Barracas do tipo Iglu

    • Vários modelos, de formato variável, desde o tradicional iglu até modelos tubulares semelhantes a casulos.

    • Há modelos grandes de base hexagonal com capacidade para mais de cinco pessoas.

    • A armação é de fibra sintética (vidro, carbono), muitas vezes mais leve que as armações metálicas.

    • São fabricadas em nylon e muito leves para carregar.

    • Perdem em durabilidade para as de armação metálica.

MONTANDO BARRACAS

 

Diversos são os tipos de barracas, havendo também improvisações com lonas de diferentes tamanhos.

Obs.: não se devem armar barracas em terrenos em declives fortes (grandes inclinações), cabeça de morro ou crista de serra, em solo úmido e argiloso, em que possa formar poças de lama, ou em terreno perigoso em que a irregularidade de fincar estacas e espeques prejudicando o trabalho de instalação.

Os terrenos arenosos exigem cuidados especiais na fixação dos espeques ou estacas para maior segurança da barraca.

Espeques ou Estacas - serão cravados no solo de modo a construírem uma boa ancoragem; o ângulo do material a se cravado no solo e de 45 graus em relação ao terreno.

Piso da Barraca - é necessário uma boa impermeabilização. A irradiação do calor terrestre traz sempre umidade pela evaporação.
As paredes da barraca devem estar ajustáveis ao solo, para que não haja corrente de ar e não entre pequenos animais (alguns perigosos).

BARLAVENTO - é o lugar onde sopra o vento.

SOTAVENTO - é o lugar para onde vai o vento.

A barraca deve Ter a porta de entrada voltada para o sotavento, para evitar maiores prejuízos. Pode-se verificar com facilidade a direção do vento: movimento da copa das árvores, soltando no ar folhas, pedaços de papel, uns poucos de pó, umedecendo o dedo e notando de que lado ele esfria mais depressa. A insolação da barraca é indispensável, assim como seu arejamento.

 

PERMITINDO O AREJAMENTO DA BARRACA:

Deve estar colocada de modo a receber os raios solares, de preferência pela manhã, ou pelo menos durante seis ou oito horas. Por outro lado, sua fixação deve possibilitar o levantamento das abas ou extremidades durante o dia, para que o movimento do ar retire a umidade decorrente da evaporação do solo. Não estando chuvoso o tempo, todo material existente no interior da barraca deve ser inteiramente exposto ao sol.

 

Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Jackson Alexandre Silva